• Verti Consultoria

11 Alimentos Tóxicos Para Cães (Parte 2)

Atualizado: Jan 2

Leia a primeira parte deste artigo aqui.


8) Chocolate, Café e Outras Bebidas Com Cafeína

O chocolate é tóxico para cães (e gatos!). Embora raramente fatal, a ingestão de chocolate pode resultar em mal estar e vômitos, pois contém uma substância chamada teobromina, semelhante à cafeína. Já a cafeína é encontrada em café, chá preto, refrigerantes, bebidas energéticas e em pílulas de emagrecimento, por exemplo. Ao contrário dos seres humanos, os cães não conseguem metabolizar teobromina e cafeína, e isso os torna mais sensíveis aos seus efeitos. Os principais sintomas 1-2 horas depois da ingestão de alimentos contendo teobromina e/ou cafeína são hiperatividade, inquietação, vômitos, taquicardia, hipertensão arterial, arritmia, tremores, febre, convulsões e colapso.


9) Macadâmias

As macadâmias são tóxicas para cães, e o mecanismo de toxicidade ainda é desconhecido. A toxicidade das macadâmias varia de cão para cão, mas por precaução é melhor evitar dar isso aos cães. Os principais sintomas, depois de 12 horas de ingestão são fraqueza, depressão, vômitos, ataxia, tremores e/ou hipertermia.


10) Uvas e Uvas Passa

A toxicidade de uvas frescas ou uvas passas é bem conhecida em cães, embora não se saiba exatamente qual substância que provoca a reação tóxica. Cães não devem comer uvas, pois mesmo pequenas quantidades podem ser fatais. As uvas podem causar danos renais graves levando à insuficiência renal aguda (súbita) com falta de produção de urina (anúria). A sensibilidade às uvas varia em cada caso, por isso insuficiência renal não ocorre em todos os cães, mas para a maioria deles este é um alimento perigoso. Os principais sintomas são vômitos e/ou diarreia, perda de apetite, letargia, fraqueza, dor abdominal, desidratação, úlceras orais, tremores, convulsões e coma.


11) Frutas Cítricas

As hastes, folhas, cascas, frutas e sementes de plantas cítricas contêm ácido cítrico, que pode causar irritação e até mesmo depressão do sistema nervoso central se ingerido em quantidades significativas. Em pequenas doses, por exemplo, se seu cão comer um fruta, não deve fazer mal, mas pode causar problemas estomacais leves, dependendo da sensibilidade do cão.


Vejamos alguns grupos de alimentos que não são necessariamente tóxicos, mas que foram incluídos neste artigo por causarem problemas de saúde aos cães, e por serem comumente dados aos peludos.


Leite e Derivados

Laticínios podem causar sérios problemas digestivos e levar muitos animais à morte, já que muitas pessoas continuam a dar laticínios para seus cães (gatos!) sem saber o mal que lhes está causando. Laticínios fazem muito mal quando dados a mamíferos adultos, pois ao contrário do que os desenhos animados mostram, cães e gatos não conseguem digerir lactose depois da faze lactente. Portanto dar laticínios a animais adultos resulta em dores de barriga, mal estar, diarreia, vômitos, fraqueza, perda de peso, e até mesmo a morte.


Muitos alimentos saudáveis para você são prejudiciais aos cães!

Alimentos e Bebidas Açucarados

O açúcar não é tóxico, mas causa aos cães a mesma coisa que causa às pessoas, ou seja, aumento de peso, problemas na dentição, diabetes, facilita infeções por fungos, etc. Portanto, se você quer manter seu amigo saudável não alimente-o com isso.


Coco e Derivados

Quando ingerido, em pequenas quantidades, o coco e produtos à base de coco não devem causar nenhum problema grave no seu animal de estimação. O coco e seus derivados contêm óleos que podem causar dor de estômago, fezes soltas ou diarreia. Por causa disso, é melhor ser evitado. Já a água de coco tem uma grande quantidade de potássio, e por isso não deve ser dada ao seu cão. A raça Akita é conhecida como uma das mais sensíveis à hipercalemia, ou seja, excesso de potássio no sangue. Este quadro pode causar uma certa sobrecarga nos rins, arritmia, e fraqueza.


Artigo publicado na Revista dos Vegetarianos - Julho 2019.

Alimentos Seguros Para Cães

A lista de alimentos proibidos é longa. Mas afinal o que os cães podem comer além de ração? Assim como nós, os cães apreciam variações no cardápio, e por isso muitos que possuem cães complementam a alimentação deles com alimentos que não fazem mal algum.


Eis alguns alimentos seguros:

Frutas frescas (como maçãs, bananas, e melancia), muito apreciadas por cães. Mas procure retirar as sementes para evitar acidentes;


Vegetais crus (como palitos de cenoura, feijão em vagem, fatias de pepino, ou

fatias de abobrinha);


Carboidratos cozidos como batata, arroz, macarrão, ou polenta. Tudo sem exageros, pois são bastante calóricos.

Lembre-se que a toxicidade de alguma coisa sempre depende da dose, e que o melhor mesmo é evitar dar alimentos que podem causar desconforto ao seu cão, já que em muitos casos esse desconforto não é percebido pelos tutores do animal e a longo prazo pode causar problemas mais sérios.


Assim como você cuida da sua saúde cuide também do bem estar do seu peludo, que irá retribuir sendo mais equilibrado, mais tranquilo, e estará ao seu lado por muitos anos esbanjando saúde!


Alguma vez seu cachorro sofreu intoxicação alimentar? Deixe seu comentário!


Leia mais:

- https://www.msdvetmanual.com/toxicology/

- https://www.petpoisonhelpline.com/pet-safety-tips/


#verticonsultoria #toxicologia #saudeanimal #cachorro #dog #pet #cao #cão #cães #amocachorro #alimentostóxicosparacães #alimentosnocivosparacães #saúdedocao #nutricaoanimal #nutrição #nutriçãodecão #doglover #instapet #comidadecachorro #alimentodecachorro

Fale conosco!

Email: consultoria.verti@gmail.com

Tel: +55 (51) 9 9662 1344 (WhatsApp)

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn

© 2020 por Verti Consultoria

Toxicologia - Saúde - Meio Ambiente