• Verti Consultoria

10 Alimentos Proibidos para Gatos

Atualizado: Abr 21

Saiba como manter a saúde do seu bichano!


Esta matéria foi publicada na Revista dos Vegetarianos. Outubro/2019

Quem tem gatos sabe que eles são brincalhões e engraçados, conquistam o coração da gente. Muitas vezes dividem os melhores espaços da casa conosco, por isso é natural o desejo de dividir a nossa comida com eles. Embora seu gato não se interesse em muitas das coisas que você come, ele pode acabar ingerindo algo que não deveria, por curiosidade ou para experienciar algo novo.


A internet está cheia de vídeos de gatos comendo frutas, tortas, sorvetes, chocolates e outras cositas más. Apesar de ser encantador, isso não muda o fato de que eles foram adaptados para serem estritos carnívoros. Por isso, no final das contas, o alimento ideal para nossos amigos felinos são carnes frescas.


O quê os gatos não podem comer?

Sabe-se que qualquer alimento não especificamente concebido para gatos pode afetar seu sistema digestivo, causando vômitos, diarreia e perda de apetite. Mas existem alguns alimentos que podem deixar seu felino muito doente, e por isso devem ser evitados. Vejamos quais são eles:


1. Laticínios

Talvez seja surpreendentemente, mas o leite e seus derivados estão no topo da lista do que os gatos não podem comer. A grande maioria dos gatos são intolerantes à lactose, por isso se comerem produtos lácteos podem apresentar cólicas abdominais, vômitos, diarreia, e perda de peso. Alguns bichanos são levados à morte por serem alimentados constantemente com laticínios inadvertidamente.


2. Chocolate

Contém teobromina e cafeína, duas substâncias tóxicas para gatos. A ingestão de chocolate pode causar problemas cardíacos, tremores musculares ou convulsões.


3. Álcool

Tão pouco quanto uma colher de sopa pode prejudicar a saúde do seu bichano, causando danos graves ao fígado e ao cérebro.


4. Café, chá e bebidas energéticas

Estas bebidas contém cafeína, que pode causar inquietação, respiração ofegante, palpitações cardíacas e tremores musculares.


5. Excesso de gordura animal

Muitos retiram o excesso de gordura das carnes (gado, frango, porco, peixes, ...) e dão aos seus gatos, mas isso pode causar vômitos, diarreia e uma condição dolorosa chamada pancreatite, causada pelo excesso de gordura na alimentação.


6. Uvas e passas

Os cães podem sofrer de insuficiência renal aguda por comerem uvas ou passas, e apesar destes alimentos não serem tão nocivos aos gatos é recomendável que sejam mantidos fora do seu alcance.


7. Cebolas e alho

Qualquer tipo de cebola ou alho, em bulbos ou verdes, podem causar problemas aos felinos se forem consumidos em quantidade suficiente. A ingestão eventual pode causar problemas digestivos, enquanto que comê-los regularmente pode causar anemia.


8. Xilitol

Um edulcorante utilizado em muitos alimentos sem açúcar, e é bastante tóxico para cães, portanto o melhor é manter seu gato longe deste ingrediente.


9. Massas fermentadas cruas

Se você costuma fazer seu próprio pão ou pizza, você sabe que a massa cresce na medida em que o fermento age. Assim se o seu gato comer a massa crua, ela vai expandir no estômago dele, causando dores, expansão abdominal e até mesmo ruptura do estômago e intestinos. A fermentação da massa também irá liberar álcool, que é bastante tóxico para felinos.


10. Tomates ou batatas verdes

Tomates e batatas verdes contêm solanina, um glicoalcaloide tóxico para gatos, que pode levar a problemas gastrointestinais e neurológicos. Alguns alimentos para pets contêm tomates, mas em quantidades muito pequenas e feitos com tomates maduros, por isso não representam risco.

"Se seu felino pudesse falar, lhe diria que prefere que a caixa de areia fique longe do local onde ele se alimenta ou bebe água. "

Se você suspeitar que seu gato comeu algo que possa lhe fazer mal, saiba que pequenas quantidades não devem causar problema, ao passo que quantidades maiores podem exigir tratamento urgente. A melhor prevenção é simplesmente manter seus alimentos fora do alcance do seu felino.


Se você optar por dar o seu alimento ao seu gato, recomenda-se de que seja dado em pequenas quantidades e apenas em ocasiões especiais, para evitar perturbações gastrointestinais e desequilíbrios nutricionais.


Peculiaridade: Gatos não sentem o sabor doce

Os gatos normalmente não ligam para coisas adocicadas, pois ao contrário de todos os outros mamíferos, felinos não foram adaptados para se alimentar de carboidratos. Na natureza, sentir o sabor doce é uma característica útil apenas para animais que se alimentam de plantas e para os não discriminatórios, como os humanos. Assim, todos os gatos, leões, e tigres não sentem o sabor doce, pois isso não tem nenhuma utilidade a eles. Com isso, é bastante provável que os felinos não tenham outros elementos necessários para digerir carboidratos. Apesar disso, muitos fabricantes de rações para gatos usam milho ou outros grãos em suas formulações, o que pode estar contribuindo para que os gatos sofram de diabetes.


Medicamentos Para Seres Humanos Podem Ser Tóxicos Para Gatos

Os comprimidos de paracetamol e ibuprofeno são altamente venenosos para gatos, e em hipótese alguma devem ser dados aos bichanos. O paracetamol, em particular, é muito tóxico para gatos e pode causar danos irreversíveis aos vasos sanguíneos e ao fígado. Sinais de envenenamento por estes medicamentos incluem respiração ofegante, dificuldades em respirar, e língua e gengivas marrons. Diante destes sintomas procure imediatamente um veterinário.


Plantas Tóxicas Para Gatos

Existe uma infinidade de plantas que são tóxicas para gatos, por isso tenha cuidado se você mora em apartamento e possui vasos com plantas. Em geral, se existe algum tipo de gramínea à disposição, os gatos instintivamente irão preferir comer um pouquinho desta e deixar as outras plantas em paz. As gramíneas não são tóxicas para gatos, mas na falta destas seu gato pode atacar qualquer planta e pode passar muito mal. Para evitar acidentes você pode oferecer ao seu gato grama de gato, ou grama de milho de pipoca, que você pode plantar facilmente em qualquer vaso, não exigindo muito espaço.


Decifrando o comportamento felino

O comportamento natural de um gato inclui afiar suas unhas em troncos de árvores, portanto se você mora em apartamento tenha um arranhador para gatos. Assim seu felino deverá preferir o arranhador e deve deixar seus móveis em paz.

Caixas de areia fechadas foram uma invenção para a comodidade humana, mas os gatos geralmente preferem que a caixa de areia seja aberta para que não tenham que respirar o ar estagnado dentro da caixa fechada. Se seu felino pudesse falar, também lhe diria que prefere que a caixa de areia fique longe do local onde ele se alimenta ou bebe água. Uma alternativa mais ecológica e econômica às areias absorventes e substratos higiênicos para gato é utilizar farinha de mandioca, por ser biodegradável.


Você já reparou que seu gato prefere comidas úmidas à comida seca?! Isso acontece por que isso é o mais próximo de seus hábitos naturais. Na natureza, a alimentação do felino é toda úmida, por isso alguns felinos irão preferir que você umedeça a ração seca com água antes de oferecê-la a ele. Algumas pessoas fazem isso para ajudar a preservar a dentição e os rins dos seus gatinhos.


Conviver com gatos é um aprendizado constante dos dois lados. A companhia de um felino pode nos ensinar tantas coisas, como por exemplo a apreciar o momento e a nos manter curiosos diante da vida. Os felinos respondem muito bem ao carinho que damos a eles, e quando conquistados se tornam amigos para serem apreciados e lembrados para sempre.


Seu gato já comeu coisas que não deveria?! Conte pra gente, deixe seu comentário!


Apoie nosso trabalho curtindo a nossa página!


Leia mais:

https://www.aspca.org/pet-care/animal-poison-control/people-foods-avoid-feeding-your-pets

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2984110/


#verticonsultoria #toxicologia #saude #saudeanimal #alimentacaoanimal #gatos #gato #comidaparagatos #alimentosparagatos #comportamentodegatos #felinos #meow #gatosinstagram #alimentacaofelina #revistavegetarianos

Fale conosco!

Email: consultoria.verti@gmail.com

Tel: +55 (51) 9 9662 1344 (WhatsApp)

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn

© 2020 por Verti Consultoria

Toxicologia - Saúde - Meio Ambiente